segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Epícuro

Se Deus é omnipotente, omnisciente e benevolente. Então o mal não poderia continuar existindo.
Se for omnipotente e omnisciente, então tem conhecimento de todo o mal e poder para acabar com ele, ainda assim não o faz. Então Ele não é bom.
Se for omnipotente e benevolente, então tem poder para extingir o mal e quer fazê-lo, pois é bom. Mas não o faz, pois não sabe quanto mal existe, e onde o mal está. Então Ele não é omnisciente.
Se for omnisciente e bom, então sabe de todo o mal que existe e quer mudá-lo. Mas isso elimina a possibilidade de ser omnipotente, pois se o fosse erradicava o mal.
E se Ele não for omnipotente, omnisciente e bom, então porquê chama-lo de Deus?





Um comentário:

  1. Video bem interessante. Jesus seria uma cópia de outras culturas? E as milhares de morte em seu nome (cruzadas, inquisição)? E a falta de documentos históricos que comprovem sua existência?

    É, existem muitos fatos contra a existência de Jesus. Mas mesmo que ele nunca tenha existido históricamente, hoje ele existe no coração de milhares de pessoas.

    Uns utilizam seu nome para dominar e explorar, que é o caso de alguns religiosos e políticos.

    Mas existem aqueles que praticam o bem inspirado na história que é contada na bíblia, sem condenar ninguém. Pra esses eu tiro o chapeu.

    ResponderExcluir